Sindicato Nacional da Indústria de Produtos de Cimento

Sindicato da Indústria de Produtos de Cimento do Estado de São Paulo

Menu

Informativo Online -

08.11.19 | Ed. 555 | PECS 45 E 110, QUE TRATAM DA REFORMA TRIBUTÁRIA, SÃO DEBATIDAS PELA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO


PECS 45 E 110, QUE TRATAM DA REFORMA TRIBUTÁRIA, SÃO DEBATIDAS PELA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO


Aconteceu ontem na sede da Fiesp (07/11) a reunião do Consic – Conselho Superior da Construção. José Carlos de Oliveira Lima, presidente do conselho deliberativo do Sinaprocim/Sinprocim, presidente do Consic e vice-presidente da FIESP foi representado por Manoel Carlos de Lima Rossito, vice-presidente do Consic. Na ocaisão, o principal tema discutido com os conselheiros foram os impactos da reforma Tributária na cadeia da construção. Rossito ressaltou a importância de resgatar a autoestima do empresário. “Quem gera emprego e renda são os empresários. É preciso tirar o medo da questão tributária. Algum marco a gente tem de buscar”.

 

 

Advogados tributaristas, especialistas no tema, foram convidados para comandar essa discussão, e tiveram como base as PECs 45 e 110, que tratam da reforma Tributária.

De acordo com o advogado Ricardo Lacaz Martins, toda a tributação incide sobre a produção e quem paga o tributo final é o consumidor e o empresário. Além disso, os prejudicados serão os setores de construção civil (moradia); serviços em geral; saúde e educação. “A reforma Tributária tem quatro objetivos: simplificação, redução do custo Brasil, do contencioso tributário e neutralidade”.

 

 

Rodrigo Antonio Dias, advogado e sócio da VBD Law, argumenta que “a reforma administrativa tem que ser a mãe das reformas. É fundamental olhar para uma redução de carga tributária. O Brasil precisa ser competitivo. Precisamos trazer segurança para o sistema”.

Por fim, Alberto Medeiros, da Stocche Forbes Advogados, destacou que “o Congresso precisa se concentrar na redução da complexidade. Precisamos buscar redução da carga tributária de forma racional. O primeiro alerta a se fazer é sobre qual é o texto proposto e o que ele outorga ao Congresso”.

Após conclusão, Rossito se dispos a desenvolver o assunto dentro da casa para, em um futuro próximo, propor soluções para o impacto que a reforma tributária poderá trazer para a cadeia produtiva da construção.

 

Fonte: Agência Indusnet Fiesp

 


|

08.11.19

ID: 110819

SINAPROCIM / SINPROCIM
(11) 3149.4040 FAX: (11) 3149.4049 Av. Paulista, 1313 10º andar - Cj. 1070 01311-923 - São Paulo/SP
Para garantir que nossos informativos cheguem em sua caixa de entrada, adicione o e-mail online@sinaprocim.com.br ao seu catálogo de endereços. O Sinaprocim/Sinprocim respeita a sua privacidade e& é contra o spam na rede. Se você não deseja mais receber nossos e-mails, Cancele sua inscrição aqui.